EU & Eu Mesmo…um diálogo daqueles

06dez07

É só a mulher começar a bater que o cara apaixona!
Esse sou eu. Igualzinho a eu mesmo…

Que merda é essa de ficar gritando “Socorooooooooo”? Você perdeu um supostaa parceira e não sua virgindade. Mantenha a compostura, rapaz!
Nem me venha com, “descobri que gosto da garota(…)”? Quem se descobre é viado enrustido com crise de consciência após tentar comer a namoradinha de infância pela quinta vez e brochar.

Você tomou um pé na bunda e não quer sair por baixo, só. Será que preciso soletrar pra mim mesmo?

Olha, pode tentar suplicar para tê-la de volta, mas aí será nos termos dela. Por isso o término é uma jogada tão popular. A mulher usa, se o parceiro pedir pra voltar, ela impõe as condições. Se não pedir, é porque não dava valor. Ótima ferramenta para seleção de parceiros – do ponto de vista evolutivo, claro…

A parte boa é que assim que ela te aceitar de volta, você tem grandes chances de “descobrir” que não gosta dela de verdade. Umpf.

Antes que me pergunte… O tempo pra pensar solicitado por ela significa tempo pra dar. Pra outros!

Se fudeu Eduardo, se fudeu denovo!



No Responses Yet to “EU & Eu Mesmo…um diálogo daqueles”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: