Minhas costas doem!

11dez07

Esquece de fato o que eu disse
Não adianta os abalos
Nem os badalos persistentes

Pior seria me encontrar só
Quando só queria coletivar um inteiro

Fazei de minhas idéias
Nossas idéias
E de nossas idéias
Idéias sem donos

Registro único
O redondo vôo do pássaro

Eixos retilíneos giram em torno do próprio umbigo
Assim é o ser humano

E mesmo nisso
Nós temos o direito de sermos lidos enquanto vistos
E se é para o bem de todos
Escrevo já engavetado

Pior seria não me encontrar
Pois nem só eu estaria

Anúncios


No Responses Yet to “Minhas costas doem!”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: