Sabotar é preciso. Viver (com se vive hoje) não é preciso.

28dez07

Existem pessoas que pensam com a revê. Isso mesmo, com a tevê que têm em casa. Elas acreditam que devíamos ficar quietinhos, para nosso próprio bem, consumindo o que pudermos. Para elas não há motivo algum para sabotar uma sociedade que está em paz ou falar mal das pessoas pelas costas ou até mesmo na cara delas. Sabotadores são arruaceiros sem nada melhor pra fazer. Apenas isso….

Elas sabem que tem alguma coisa errada, mas acreditam que se cumprirem as ordens corretamente (da igreja ou da tevê ou de algum poder ainda não identificado), se pagarem seus impostos e votarem corretamente vai dar tudo certo. E se não der, é porque não era pra dar, fizeram tudo que puderam, exceto o essencial: descobrir qual a raiz da questão.

Quem somos nós para tentar mudar o mundo? Somos os sabotados. É claro que é bem conveniente para os defensores do status quo, pensarmos que fomos nós que começamos ou que merecemos o mundo em que vivemos, essa idéia de merecimento é um cativeiro em que nossas mentes foram colocadas e é certo afirmar que quem começou tudo isso foram eles. Nós, pessoas de espírito livre, estávamos aqui antes e fomos dizimados quando nos opomos à invasão e à dominação. Não estamos faltando com o devido respeito à sociedade de consumo em massa, porque sendo esta uma forma de cárcere, ela nunca nos respeitou. É ela que ameaça nossa existência. Seria uma ofensa e um desrespeito muito maior a nós mesmos não fazer nada sobre isso…

Se não rejeitarmos os papéis que eles nos deram nesse espetáculo insano, logo não haverá nem o pior dos papéis para a maior parte de nós. Fazer alguma coisa começa por aprender alguma coisa sobre o problema. E não é na escola que você irá aprender isso, não é na tevê.

Quando a mais básica informação sobre o que nossa sociedade, e com certeza todas aquelas consideradas importantes demais, realmente é não conseguem chegar nas ruas, é tempo de colocar essa informação nas ruas por outros meios.

Sabotar é preciso. Viver (com se vive hoje) não é preciso.



No Responses Yet to “Sabotar é preciso. Viver (com se vive hoje) não é preciso.”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: