Sigo o rumo da maré pra tentar não me afogar

04jan08

Muito eu já sofri por tanto amar,
Tanto te pedi, cansei de implorar
Mas a vida é mesmo assim, nada novo pra contar
Sigo o rumo da maré pra tentar não me afogar

E é triste perceber que o mundo todo é assim
E nada há que se fazer enfim
Não ligo, não me importo
Nem me incomoda mais
Faz tanto tempo que agora tanto faz!



No Responses Yet to “Sigo o rumo da maré pra tentar não me afogar”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: