Quando a chuva passar.

25jan08

Quando a chuva passar…
os dias serão melhores, e eu vou atrás de tudo aquilo que não existiu;
Quando eu te ver passar, o que poderia fazer? Segurar a vontade sedenta de estar entre seus braços, e poupar-me da humilhação de sempre te perder. De que vale o amor? O que resta do coração, quando aquela última esperança acaba? E o que farei ao pensar em ti? Que outra dor eu poderia sentir além a da derrota? Não, isso não é mais uma dor, nada mais se torna dor. É só mais um momento que logo se tornará tão insignificante quanto qualquer outro. Não existe amor, não existe dor, só existe isso. Isso…
Foi-se o tempo em que eu me permiti sofrer por “isso”. É que a vida é tão imensa, não vale a pena. Você não vale a pena. Eu não valho a pena. Torcer para o Rio Branco não vale a pena. A gente não vale a pena. E é tão tranqüilizante poder finalmente dizer “fim”.

Fim. Até amanha. I know!  HAHaHAH🙂



No Responses Yet to “Quando a chuva passar.”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: