Apesar dos pesares

30jan08

Passa, passo por passo
Passa, passa fica
Fica, poça passo
Passo quando fico

Fico a fitar-te
E penso em passar
Fito, sem teu grito
De forma, que não passe
A gritar-me, grito!

Passo a deixar-me
Íngrime
Escala-me
de silêncios, meus abismos.



No Responses Yet to “Apesar dos pesares”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: