Tudo que eu queria…

31jan08

A coisa mais fácil que existe é se alienar de seus sonhos e deixar a história tomar seu rumo natural. Seria mais simples não fosse aquela pressão da rotina, misturada com o que nunca vai acontecer. Essa é uma sensação que enlouquece qualquer mortal.

Embora tudo conspire ao contrário eu continuo acordando cedo acreditando estar atrasado para trabalhar. Percebe que horas valiosas de sono fazem uma grande diferença no seu humor, principalmente se o estado natural da sua personalidade vai do rabugento ao lunático em poucos segundos.

Queria é largar da rotina, e me agarrar a qualquer coisa que quisese fazer, seja sozinho ou com a pessoas que gosto. No começo sei que vou sentir falta daquela coisa mecânica de ligar computador, atender telefone, correr pelas ruas e por aí vai.

Fazer qualquer coisa ou coisa alguma, mas só de saber que você pode escolher exatamente o que. Isso era tudo que eu queria, um pouco de tempo e ela. Tudo bem que é quase impossível mais ficar imaginando quando e como já faz um bem sem tamanho para a cabeça da gente…

Anúncios


No Responses Yet to “Tudo que eu queria…”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: