Elvis não morreu, e Humphrey Bogart tambem não!

06fev08

Em um dos curtas de Sobre café e cigarros, do Jim Jarmush, um dos personagens afirmava que Elvis não morreu. Defendia a tese de que seu irmão gêmeo não nasceu morto, como se conta por aí. Esse outro teria tomado o lugar do rei do rock’n’roll e vivido boa parte de suas histórias. E que no fim das contas quem morreu foi o usurpador.
Hoje me lembrei disso porque topei, pela terceira vez, com um comandante da Marinha que é a cara do Humphrey Bogart.
Na primeira aparição, ele andava do ponto de onibus da esquina até algum lugar que não faço idéia. Tempos depois viajamos no mesmo ônibus e, céus, semelhança impressionante…Hoje ele passou denovo, andando para o lado contrário, com uma mala na mão e meu deus. Idêntico!
E não há mais dúvidas. não morreu. Depois de ter um bar em Casablanca, descobrir o paradeiro do Falcão Maltês, elucidar o assassinato do marido de Lizabeth Scott, casar com Lauren Bacall, entre outras peripécias, agora compõe o quadro dos bravos defensores das águas tupiniquins e mora aqui por perto de casa.
Até pensei em contar a ele, mas sei que o deixaria constrangido.
Me contentei com um Boa Tarde, que dizia: ok, Bogart, seu segredo está a salvo comigo.

Anúncios


No Responses Yet to “Elvis não morreu, e Humphrey Bogart tambem não!”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: