Relacionamento.

28fev08

Nunca gostei de relacionamentos. Prefiro a frieza de um “olá” sem-graça do desconhecido que estuda na sua sala, ou trabalha com você. Relacionamentos não se contentam com tanta simplicidade. Eles pedem mais.

Um relacionamento exige que você se abra, que compartilhe segredos, coisas que me impedem de passar despercebido na vida. Não poderei ser o cara que viveu entre livros e discos, sob a luz de meu computador, pois haverá alguém que lembrará de algo que fiz por esta pessoa, e que vai querer que outros tenham conhecimento. Não deixarão a morte representar sua função: esquecimento.

É estranho que eu tenha dito tudo isso. Simplesmente porque eu queria um pretexto para falar de um certo tipo de relacionamento. O com mulheres. Este representa um verdadeiro desafio. Eu me apaixono fácil. Sou atraído por charmes como se fantasia nos filmes. E não gosto. Me dou mal toda vez. Nunca fui correspondido. Não posso dizer que namorei uma pessoa de quem gostei verdadeiramente.

E pra piorar ainda mais, eu consigo me tornar amigo de todas por quem me apaixonei. Sempre achei que era o jeito de conquistar: entrar no universo delas. Lêdo engano. Hoje eu entendo que não importa realmente se você é amigo, inimigo, colega de trabalho, completo desconhecido. Elas escolhem, sempre escolheram, mesmo quando o homem achava ter o controle. Não há flores ou atos hollywoodianos que mudem a vontade dela, que a façam ver que tem um cara legal atrás dela. O cara ideal não existe, pelo menos não um padrão que agrade todos os perfis. Eu sonhei muito em ser diferente, para atingir o ideal que agradasse todas, e então poder escolher a que eu queria.

Por causa de tanta desilusão (detesto esse clichê), mudei. Tento ser mais natural na presença delas, mesmo quando minha mente/hormônios me dizem para tentar algo completamente insano; minha sorte é que tenho um filtro para esses impulsos, a timidez. O que chamam de maturidade eu chamo de ceticismo. Todo dia espero conhecer alguém. Não alguém mais bonito, mais inteligente que a última. Espero finalmente conhecer a que me corresponda….



No Responses Yet to “Relacionamento.”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: