Matem as BALEIAS!

Não tenho ABSOLUTAMENTE nada a ver com o que está acontecendo no mundo.

Não esperem de mim nenhuma crítica construtiva, a destruição sempre me seduziu melhor…

A civilização está doente e sou a favor da eutanásia. Em algum ponto obscuro da história (coisa que não me preocupo em descobrir) tomou-se a direção errada e a maionese desandou. Consumiram mundos e fundos e querem que nossa geração pague a conta.

Nós não vamos pagar nada, é tudo FREE!

Meu nome é Luiz Eduardo e isso não significa porra nenhuma.

Nosso planeta já foi devidamente estuprado e carrega seríssimas seqüelas físicas e psicológicas. Qualquer um que analise seu quadro clínico com imparcialidade e honestidade admitirá que o diagnóstico é grave.

O caso da civilização é gritantemente mais grave: além de fisicamente em plena decadência devido a sucessivas intoxicações alimentares, está psicologicamente arruinada com a loucura institucionalisada no seu cotidiano.

Creio que o caso não tem solução. Quando uma casa está danificada demais é muito mais viável destruí-la e construir outra.

Não sou um bom construtor, mas sei manejar muito bem uma picareta. E conheço bons explosivos…

Ainda existe compaixão em meu coração: compaixão para comigo. Afinal, se não conseguir resolver o meu cotidiano, de que adiantaria resolver qualquer outra coisa nesse mundo??


No Responses Yet to “Matem as BALEIAS!”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: